Reportagem - Situação dos EUA gera avanços na COP 22, diz brasileira do Greenpeace

9:46
 
Share
 

Manage episode 229702625 series 1008085
By France Médias Monde and RFI Brasil. Discovered by Player FM and our community — copyright is owned by the publisher, not Player FM, and audio is streamed directly from their servers. Hit the Subscribe button to track updates in Player FM, or paste the feed URL into other podcast apps.
A ambientalista Ana Toni, diretora do Instituto Clima e Sociedade, uma organização não governamental no Brasil, e também vice-presidente do Conselho Internacional do Greenpeace, vê avanços importantes nas negociações da 22 Conferência do Clima das Nações Unidas (COP22), realizada atualmente em Marrakesh. Enviada especial a Marrakesh Para mostrar que estão comprometidos a longo prazo com o tema de mudanças climáticas e com o Acordo de Paris, os Estados Unidos apresentaram na COP22 o compromisso de reduzir em 80% suas emissões de gases de efeito estufa no horizonte de 2050. Essa foi a maneira que a delegação americana encontrou para atenuar as incertezas geradas pelas declarações de campanha de Donald Trump. O republicano prometeu anular o acordo concluído em 2015 quando chegar à Casa Branca, mas dificilmente conseguirá, em quatro anos de mandato, “queimar” os esforços do restante do planeta no combate ao aquecimento global. Diante do risco de retrocesso em Washington, a maioria das partes signatárias do Acordo de Paris adotou a posição inversa, reforçando suas ambições na área do clima. Em entrevista à RFI, Ana Toni analisa os avanços da COP22 até o momento.

60 episodes